CHAPADINHA
Ciganos assassinam um homem com vários tiros no MA
Por José Linhares Jr • 19/05/2022
Compartilhe
De acordo com o policial da Polícia Civil, Muniz Ribeiro, a vítima foi atingida por vários disparos de arma de fogo e morreu no local. Além de Antônio Renato, a sua mulher, Francisca das Chagas Silva, também foi alvejada com os tiros, mas está fora de perigo.

Uma briga entre famílias rivais ciganas causou a morte de um homem no início da noite dessa quarta (18/05) na cidade de Chapadinha, a 245 km de São Luís.

Segundo a polícia, o crime aconteceu no início da noite dessa quarta na Avenida Ataliba Vieira, situada na área central de Chapadinha, quando quatro suspeitos, já identificados pela polícia, invadiram uma oficina de veículos e executaram um homem reconhecido como Antônio Renato Barbosa Carvalho.

De acordo com o policial da Polícia Civil, Muniz Ribeiro, a vítima foi atingida por vários disparos de arma de fogo e morreu no local. Além de Antônio Renato, a sua mulher, Francisca das Chagas Silva, também foi alvejada com os tiros, mas está fora de perigo.

“Os elementos chegaram para executar o casal, mas graças a Deus a mulher foi baleada no braço e já está sendo socorrida. Já o Renatinho nós já sabemos que veio a óbito. Nós estamos isolando o local para amanhã vim fazer um trabalho mais investigativo para poder saber. Mas a princípio a gente já tem uma linha de investigação”, contou o policial Muniz Ribeiro.

A polícia diz que a linha de investigação seria que há uma briga entre famílias rivais de ciganos na cidade de Chapadinha e esse seria mais um homicídio provocado por conta dessa rixa entre famílias de ciganos no município.

Compartilhe
17/02/2024
PROJETO DE LEI
Deputada tenta acelerar PL que pune preconceito aos políticos
17/02/2024
MARANHÃO
Desemprego no MA atinge menor nível desde governo Roseana
17/02/2024
BENEFÍCIO
Foragido do CV recebeu auxílio emergencial mesmo quando preso

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda